terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

MTE resgata 252 trabalhadores em situação semelhante à de escravos em PE

Fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego retiraram, na última quinta-feira (12), mais de 250 pessoas que trabalhavam em situação semelhante à de escravos em Pernambuco. Elas foram encontradas pelo Grupo Móvel de Erradicação do Trabalho Escravo na Usina Cruangi S/A, no município de Aliança, a 91 quilômetros da capital, Recife. Entre os trabalhadores, havia 27 menores, seis deles com menos de 16 anos.As 250 pessoas foram recrutadas para o corte de cana-de-açúcar.

Elas trabalhavam sem as condições mínimas exigidas por lei. Não tinham carteira assinada, estavam com seus pagamentos em atraso e trabalhavam sem Equipamentos de Proteção Individual (EPI) obrigatórios. Ainda, não tinham as mínimas condições de moradia e higiene nos alojamentos.Devido à situação degradante de trabalho e alojamento, o Grupo Móvel decidiu pela retirada dos trabalhadores.

No caso dos menores, foi firmado um Termo de Ajuste de Conduta com a empresa. Os menores receberão meio salário mínimo até completarem 25 anos, para que seja aplicado na educação deles.Por ordem do Grupo Móvel, o empregador já iniciou o pagamento das verbas trabalhistas, que devem chegar a R$ 350 mil, aos resgatados. De São Paulo, da Radioagência NP, Desirèe Luíse. 16/02/09

ATÉ QUANDO SENHOR!!!!

Nenhum comentário :

Postar um comentário