segunda-feira, 7 de setembro de 2009

DECLARO TARDIAMENTE MINHA SAUDADE E MEU ESPECIAL CARINHO

Era, sem dúvida, da mesma tribo. Porém, tipo baixinha, brava e meiga temporizava suavizava as arestas conciliava. Aquele tipo que sempre busca uma palavra mais suave um conceito mais suave mas ai se não gostasse! Aí tinha jeito não. O não era não mesmo. Do mesmo modo o sim. Sem titubeio.

Sempre me chamou a atenção esse seu jeito claro, direto, risada aberta olhar maroto, caminhar leve e decidido, firme, mesmo nas horas confusas daqueles tempos meus adolescente. Cuscuz paulista? O dela! Com certeza! Na roda do tricô as irmãs tricotavam vida, comentários mil sobre tudo e todos... Ai ai ai, dessa roda não escapava ninguém na sala da irmã mais velha, que já se encantou também.

Mas ela, pequenina, aprumada, empertigada chamava minha atenção pela expressão do rosto aberta, clara, olhos vivos e observadores e o tom sempre mais suave de colocar as ideias opiniões ou sugestões. Contrastava mesmo. Para mim, em tempos difíceis ela foi um refúgio. Sim uma espécie de refúgio onde eu sabia que ali, se perto dela, eu estaria segura, amparada, orientada sem nenhuma imposição, simplesmente, amorosamente e firmemente conduzida.

É, no meio daquela confusão da minha adolescência você foi uma referência Tia Ebe.

Querida Tia Ebe, nunca te disse isso... Estou devedora da palavra mas não do sentimento. Penso que você sabia... Hoje, você não está. Se “encantou” como dizia Guimarães Rosa. Mesmo tardiamente declaro minha gratidão e meu carinho e agradeço as lembranças doces que me deixou como referências a acompanhar meus passos por outros caminhos. Saudades? Essa terei sempre...

Cristina Manga

4 comentários :

  1. Acabei de ler o texto q vc escreveu pra mamãe... Lindo, Cris! Mamãe era assim mesmo... Eu ainda não tinha visto, a Paulinha que me falou! Adorei e sei que, onde ela estiver, que ela adorou tb! Mamãe sempre teve muito carinho por vc! Obrigada pelo carinho para com ela e para comigo! Muita paz. Bjs Viviane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz por ter gostado e por confirmar que meu olhar sobre ela é validado por alguém que conviveu com ela muito mais do que eu.
      Meu carinho a você prima!
      Beijos e Obrigada!

      Excluir
  2. Cris, Querida!
    Achei o texto que escreveu para Tia Ebe em seu blog.
    Quero agradecer, de verdade, por compartilhar palavras tão belas e verdadeiras.
    Palavras que confortam essa saudade eterna.
    Parabéns por traduzir em palavras sentimentos verdadeiros e lembranças de uma pessoa tão querida.
    Um Beijo e fique com Deus!!**
    Paula Costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulinha
      Eu é que agradeço pelo seu carinho a ela e a mim!
      É muito bom saber que consigo traduzir os sentimentos que habitam outros corações...
      A saudade não tem jeito, mas não dói, reconforta com lembranças boas.
      Um beijão! Obrigada!

      Excluir