segunda-feira, 25 de novembro de 2013

SURPRESA TARDIA




Acordou dentro de um lago.

Pensou que por descuido do sonho, houvesse urinado sobre a cama. Porém, alguns pontos brilhantes indicavam transparências incompatíveis com tal ideia.

Queria levantar-se rápido e afastar-se daquele pseudo-plasma desconhecido, mas algo a retinha ali.

Prazerosamente esticou pernas, braços, inspirou profundo e ensaiou um mergulho. A temperatura era perfeita, o odor agradável, lhe trazia à memória algo familiar...

Deu uma grande cambalhota, um giro para a direita, outra reviravolta, curva fechada para a esquerda, distraiu-se até esquecer, ou não perceber que a cama fechava-se num grande círculo. Reconheceu, repentinamente, o perfume, o calor, o gozo.

Tarde demais. Havia se enroscado inteiramente e soube que sucumbiam os dois asfixiados no cordão umbilical que ela mesma criara entre ele e ela.

                                                                                 Cristina Manga
                                                                             (in "Alguns Retratos")


2 comentários :