quinta-feira, 12 de junho de 2014

BRASILEIRA COM MUITO ORGULHO!



Há quem só consiga ver meio copo vazio. Acho até que só gostem de ver o que falta, em qualquer aspecto da vida. Eu prefiro ver o meio copo cheio! Há, portanto, os que só falam mal do país e de todos os problemas que ainda não pudemos resolver. Eu prefiro olhar todas as conquistas que já realizamos e que não são poucas, considerando o pouco tempo em que realizamos e o volume de coisas a resolver!

Há os que esquecem que, apesar dos nossos pesares, somos sim um povo trabalhador, otimista, alegre, festeiro, hospitaleiro e, com certeza, apaixonados por futebol! A festa é sempre nossa! Não importa se no alto do morro, em grupo ou sozinhos, vestimos a camisa verde e amarela, vibramos, enfeitamos ruas e janelas e fazemos a festa! Talvez a única festa popular que se realiza ao mesmo tempo em todo o território nacional, em todas as classes e etnias! Festa que nos une! Festa que nos iguala na emoção e desejos! 

Neste momento, em nome do direito democrático um grupo está na rua protestando contra a Copa, provocando a polícia e até investindo contra os que desejam a Copa. Exijo, também, meu direito de querer, de ver as pessoas que querem circular com segurança, de ir aos estádios e fazer a festa! Direito nosso! E que ninguém venha me chamar de alienada, ou continuar chamando de burros, jumentos e coisa e tal a quem pensa diferente de vocês! Nunca roubei nada de ninguém, sempre procurei ser uma profissional séria e competente, honesta como minha família e amigos e estou, sinceramente, sem paciência para continuar ouvindo um monte de asneiras de gente metida a intelectual, gente que passou um bom tempo falando contra a Copa e que agora faz bolão, veste a camisa da seleção e vai beber com amigos para ver o jogo! 

Há os que fazem campanha usando as piores fotos, mentem, fazem montagens enganosas, distorcem, escondem os resultados positivos e qualquer declaração que se faça é logo rotulada de mentira, falsidade, motivada para ter votos. Engraçado, a oposição hoje foi governo ontem e o que fizeram? Por que não resolveram todos os problemas que cobram hoje que sejam resolvidos? Por que seus “mensalões” nunca foram julgados? Por que os paulistas reclamam de tantos problemas se estão há vinte anos sendo governados pelo PSDB? Será que devo também aceitar que um partido que se chamava ARENA e era o partido da ditadura, passou a chamar-se PFL e agora tem o cinismo de se autodenominar “democrata” venham falar de democracia? Honestidade? Esqueceram que não somos jumentos não! Lembramos bem dos trambiques, das roubalheiras e até das fraudes nos votos no Congresso. Insultam a mim e a todos. Ambos unidos governaram o país e não realizaram nem a metade do que conseguimos nos últimos anos! Fizeram verdadeiros absurdos, e querem agora pousar de santos? Me poupem! 

Parem de só falar mal do Brasil e dos brasileiros! Acham tudo uma porcaria? Acham que lá fora tem melhor? Então escolham um país e morem lá! Nos deixem construir um país que pensa em todo o seu povo e não só em vocês! Podem ir torcer para outro time! Não nos fazem falta! Nós vestimos a amarelinha, temos autoestima e vamos fazer a festa seja lá qual for o resultado dos jogos! Somos Brasil em primeiro lugar! Um Brasil inteiro e não só de grupos privilegiados que agora se incomodam de ver em “seus restaurantes” pessoas que antes nem poderiam entrar para usar o banheiro! 

A minha bandeira está na janela, minha rua está em festa.
EU SOU BRASILEIRA, COM MUITO ORGULHO, COM MUITO AMOR!


2 comentários :

  1. Assino embaixo. Se pudesse escrever tão bem e conseguisse escrever algo assim, mudaria só o "Há os que esquecem..." por "Há os que fazem como que esquecem..."
    É revoltante que haja gente que tendo vivido ditadura(s) diga que no Brasil agora há uma ditadura comunista ou coisa parecida. Se continuarem trocando o significado das palavras vão ter que re-escrever os dicionários porque as palavras trocaram de significado. Segundo dizem, antes, entre 64 e 85 tivemos "presidentes", o que havia era "liberdade" e "democracia" e agora temos "ditadores" eleitos, re-eleitos, e que os que quiserem podem manifestar, quebrar tudo sem irem presos, mas isto é repressão, falta de liberdade como também dizem ser estar num estádio à vista de todo mundo xingando, sem que lhes aconteça nada, à presidente do país. E as palavras "respeito", "oportunidade", "educação", "argumentos/argumentar o que se diz sem adjetivos pejorativos" terão que desaparecer.
    Meu pai lia "O Cruzeiro" e ai sempre vinha "O amigo da Onça" que eu não conseguia entender (eu teria cinco, seis anos). Um dia disse para o meu pai que esse homem não era amigo da onça nada, que era só mau com as pessoas e nessa historinha também com a onça que tinha acabado morta por culpa dele. No Brasil agora há muitos amigos da onça soltos fazendo só maldade. Mas parece que o Brasil vai resistindo, o Brasil pobre, o Brasil justo, o Brasil mais ou menos bom, o que cansou de ter que conviver com tantos desgraçados atirados pelas ruas sem direito a nada.
    Um abraço,
    Terezinha Muraro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Tere! Eu que assino embaixo do teu comentário!
      Muito Obrigada!

      Excluir