sábado, 23 de agosto de 2014

ENTREVISTAS COM PRESIDENCIÁVEIS NO JN



Eu assisti a entrevista no JN do Aécio, na íntegra e vi que tinha espaço para responder as perguntas, porém falou, falou e não respondeu. Até o Bonner disse algumas vezes "o Sr. não respondeu a minha pergunta". Tah, já sabíamos. Os jornalistas especializados já falavam como ele não responde mesmo.

Eu assisti a entrevista no JN do Eduardo, na íntegra e vi como o Bonner tentava ridicularizar seus planos e a surpreendente calma com que Eduardo respondia. E quando falava, não era interrompido ostensivamente. Gostei da entrevista dele. Mas o Bonner sempre tem mesmo essa postura de sabe tudo.

Eu assisti a entrevista da Dilma no JN, na íntegra e que diferença! Agressivo, irônico, cínico muitas vezes, não foi "provocativo" foi prepotente e arrogante mesmo. Também não parecia disposto a ouvir respostas, e mesmo quando respondido, atribuía à candidata coisas que não disse. Interrompia tanto e tanto que outra pessoa teria sido enrolada por ele. Mas, não conseguiu seu objetivo. Ficaram tão perdidos que nem se entendiam entre ele e a Poeta, se atropelando sem respeitar ele o espaço da colega de redação. A isso ele chama de "bater duro em todos". Não foi o que vi nas anteriores. Mas, não tem importância sr. Bonner. Vc quis ser mais estrela do que a estrela e se deu mau. Ficou feinho, sabe?

A Dilma? Mostrou postura de presidente da República, conhecimento e domínio dos fatos e dos projetos. A diferença dos outros, ela pode falar "fizemos" e não somente "prometemos fazer". (eu não sei se teria tanto auto controle diante de duas pessoas querendo somente te deixar como um traste, sendo tratada com tanto cinismo e arrogância e deturpando tudo que pudessem). 

Alguém me disse, "ela estava muito sisuda". Amiga, como poderia alguém sorrir diante de dois coiotes famintos e raivosos? E depois, ela não é só candidata, ela É a presidenta do país! Tem que ter postura mesmo. Mais ainda na casa de inimigos raivosos!

Vamos ver que conduta terá a Globo nos debates. Espero que dessa vez não venham, como fez o Boni na época do Collor, com um monte de pastas vazias dizendo que eram processos contra o Lula. A Globo tem escola de fraudar, deturpar. manipular, insinuar e fazer acreditar no que bem entende através de caras e bocas (que já foi novela dela) e Rebus (que também já foi novela dela). 

Sabem o que acho engraçado? Eles tentaram isso nas outras eleições, tudo do mesmo jeito e se deram mal. Não foi Einstein que disse que é burrice fazer as coisas da mesma maneira e esperar resultados diferentes?

              Cristina Manga
              (in "Crônicas")

Nenhum comentário :

Postar um comentário