sexta-feira, 1 de maio de 2015

RESPOSTA A UMA GRANDE COMPANHEIRA

Foto: Passeata dos Cem Mil no Rio de Janeiro 25 de Junho de 1968

Graça Lago · DESABAFO

Às vésperas dos meus 64 anos, me confesso perplexa com a situação do meu país. 
Eu, que vivi a ditadura, que lutei contra, jamais poderia imaginar as armadilhas que a democracia nos impõe, como um Congresso derrubando uma a uma as conquistas cidadãs e trabalhistas, como o crescimento de estados autoritários e ditatoriais, como o florescimento de uma justiça parcial e partidária, como a gestação de uma sociedade fascista, retrógrada e cruel. 
Qual a saída pra esse incrível retrocesso dentro da democracia? O que fazer?


RESPONDENDO A ESTA QUERIDA AMIGA 

Companheira, estamos todos da nossa geração chocados com o que estamos vendo! Impossível não ficar. Temos até o direito à tristeza e ao cansaço. Mas, a história não é linear. 

Conseguimos derrubar a ditadura a partir da união e movimentos de rua. Sim. Mas só conseguimos quando as parcelas mais favorecidas se juntaram a nós, pois o modelo já não lhes servia. Penso que nós ainda não conseguimos criar uma massa consciente o suficiente para ter representantes dessa massa em todos os setores, enquanto eles sempre estiveram lá e agora se vêm ameaçados em suas zonas de conforto e reagem. E como reagem! 

Porém, sabe de uma coisa? Penso que quanto mais fizerem mais fácil vão cair! Sim, vão cair! Porque até o mais ignorante reage quando lhe apertam o cinto ou a chibata! E o discurso da direita eles mesmos estão desconstruindo com seus abusos. Cabe a nós, não esmorecer à revelia de tudo e qualquer coisa! Não esmorecer nunca! Essa sempre foi a atitude desta militância que crê e trabalha por um mundo mais justo e igualitário! Ao contrário deles, nós não lutamos para "nós", mas para todos! Essa é a nossa força! Esse é o nosso ideal e nossa ternura! Não esmorecemos, mesmo espantados e cansados! Não esmorecemos, mesmo preocupados! Não esmorecemos, mesmo diante desses filhotes da ditadura! Não esmorecemos, porque somos a militância dos que creem que é possível um mundo melhor! PORQUE SOMOS A MILITÂNCIA QUE NUNCA DESISTE! Um grande abraço Companheira, e vamos que vamos sempre enfrente à revelia que ainda há muito trabalho a fazer!
         Cristina Manga
         (in "Crônicas")


Nenhum comentário :

Postar um comentário