quarta-feira, 9 de março de 2016

DESABAFO


“Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la”, disse há cerca de cinquenta anos Ernesto Che Guevara (a frase original é de Edmund Burke). 

E vemos hoje tudo igual a 1964. As mesmas elites querendo derrubar o governo, a mesma mídia incitando o golpe, os mesmos argumentos de combate à corrupção liderada por corruptos, o mesmo cinismo do Congresso, os mesmos interesses estrangeiros.

Lá o estopim usado era a reforma agrária e o suposto comunismo. Hoje se trasvestem de moralistas e a Petrobrás continua sendo o alvo. Principalmente depois do Pré-sal. Um país rico, que não consegue distribuir a riqueza entre seu povo, porque as elites não querem. Salvem-se os lucros de bancos e empresas que sirvam para alimentar os mesmos corruptos que acusam e enchem os bolsos como sempre encheram, sem que nada lhes aconteça, com a bênção das mídias sonegadoras. 

O povo que não conhece a sua história... E como não conhece e outros fingem não conhecer por todo tipo de interesse, assistimos os desmandos, as violências, os incentivos ao ódio social, os preconceitos de toda espécie e a impunidade dos atores de toda essa prepotência, como se inocentes fossem. 

Eu denuncio. Mas a quem denuncio? Seria à polícia. Mas infiltrada de bandidos? Denunciarei aos promotores de justiça! Que promotores? Se os vejo a serviço dos corruptos históricos e profissionais? Denuncio à justiça? Que justiça? Se a história mostra que somente os delinquentes pobres e negros são presos e até mantidos sem julgamento? Se a justiça só se manifesta se a acusação não recair nas elites sociais e políticas que sabidamente e comprovadamente roubaram e roubam? E ainda querem pressionar o Supremo afirmando que se discordarem é porque são corruptos! 

As coisas caminham assim. Se você não apoiar o que essa elite quer, você é corrupto. Se você pensar diferente você não presta. Mas se você acusar, então você está desrespeitando a liberdade de expressão da mídia e mentindo. Usando o artifício de liberdade de imprensa chantageia, manuseia, conduz como quer, mente, distorce, calunia, desinforma, mas tudo bem que o façam? Para eles não há crime nem responsabilidade pelas consequências econômicas, políticas e sociais. Roubar uma margarina não pode, mas roubar milhões dos cofres públicos tudo bem se for dos corruptos históricos jamais punidos por suas falcatruas. Vender as riquezas do país para estrangeiros pode. Comprar imóvel em Paris ou Miami pode. Mas desde que sejam dessa patota. 

O povo que não conhece a sua história está fadado a cometer os mesmos erros...

Será que esquecemos tudo que vivemos em 64 e por décadas que se seguiram a aquele golpe? Será que as novas gerações receberam um ensino tão ruim que não sabem o que foi isso? Será que aqueles que puderam por primeira vez ver seus filhos em escolas técnicas e universidades querem perder tudo o que com tanta luta conseguimos? Será que vamos continuar vendo essa mesma elite fazer as mesmas coisas e só para assumir um poder que perderam pela vontade desse mesmo povo? Será que democracia é uma palavra vazia que só se respeita quando eles estão no governo? Em nome de quem se levantam esses corruptos contra o que foi maioria no voto? Quando a justiça vai se impor àqueles que usam a justiça a seu bem prazer e a despeito das leis? Quando as leis e a justiça vão se manifestar independente de cor, classe e partido político? Quando as mídia manipuladoras responderão por seus abusos e distorções? Quando perderão suas concessões para existir pelo não cumprimento das normas que as regulam? 

Até quando?

O povo que não conhece a sua história está fadado a cometer os mesmos erros...

                  Cristina Manga
                   (in "Crônicas)


Nenhum comentário :

Postar um comentário